A Fundadora

 

FMBLC

Maria Beatriz Lopes da Cunha, nasceu na freguesia de Ranhados, na cidade de Viseu,  a vinte e quatro de outubro de mil novecentos e vinte e sete.

Era a primeira de quatro filhos de José Lopes, comerciante, e de Olímpia Fernandes Araújo Cunha Lopes.

Frequentou o Liceu Nacional Alves Martins (hoje Escola Secundária) na cidade de Viseu e licenciou-se em Ciências Farmacêuticas pela Universidade do Porto.

A sua vida profissional esteve sempre ligada à Farmácia Paranhense, situada na Rua do Comércio, em Paranhos da Beira,  freguesia do concelho de Seia – Guarda. Aí viveu cerca de 60 anos, até decidir mudar a sua residência para a cidade de Viseu, onde  atualmente reside.

Desde os seus tempos de faculdade, revelou-se sensível e solidária com as carências económicas e educativas das populações de Miragaia, no Porto. A relação humana e profissional com as pessoas que requeriam os seus serviços, em redor de Paranhos da Beira, possuiu do mesmo modo esse cunho de cuidado e responsabilidade social.

Coerente com esta linha de atuação, em 2010, juntamente com outras pessoas amigas, decidiu concretizar na Fundação com o seu nome a vontade de deixar um legado que pudesse contribuir para um melhor entendimento e maior tomada de consciência da importância da dignidade da pessoa humana nas mais diversas esferas da sociedade portuguesa e no mundo.