Fórum Internacional Incontro Romano 2019 -“O poder transformador do trabalho: o quotidiano deslumbra”

Fórum Internacional Incontro Romano 2019 -“O poder transformador do trabalho: o quotidiano deslumbra”
O Incontro Romano 2019

O Fórum Internacional Incontro Romano 2019, realizado na Cidade Eterna, de 14 a 21 de abril de 2019, propôs uma reflexão sobre a beleza e o serviço do trabalho. Uma visão do trabalho comprometida com o mundo tem a capacidade de descobrir o brilho de cada pormenor, a transcendência de cada ato de serviço que conforma o nosso trabalho profissional e a relevância do serviço à sociedade que representa. O quotidiano deslumbra.

O trabalho como foco de assombro e de criatividade importa de modo especial àquelas profissões mais ligadas ao serviço direto à pessoa: a enfermagem, a gastronomia, a decoração, a arquitetura …

O Incontro Romano

O Incontro Romano é uma iniciativa que cria espaços de reflexão, partilha de estudos, experiências criativas, iniciativas e projetos relacionados com um tema geral, atual e aberto, promovendo ações que centralizem a atenção na pessoa humana, fomentem a investigação interdisciplinar, a capacitação com excelência na área dos serviços pessoais e comunitários.

Modos de participação
  • Comunicação escrita
  • Projeto de empreendorismo social
  • Equipas de criatividade – (apresentação de aperitivos dirigidos a um público concreto)
Participação Portuguesa

Em 2019, Portugal foi representado por sete participantes que realizaram uma apresentação de aperitivos, no âmbito das Equipas de Criatividade, intitulada “Cantos de Portugal”.

Projeto Art of Living 2019

Projeto Art of Living 2019
O Projeto Art of Living – Portugal

O Projeto Art of Living – Portugal consiste numa competição anual e nacional entre equipas de jovens a partir dos 13 anos, cujo tema de fundo visa redescobrir e valorizar as necessidades elementares da pessoa: a alimentação, o vestuário, a saúde e a beleza, através do amor à arte e com arte, dedicação e carinho. O Projeto Art of Living oferece a possibilidade de adquirir competências para influir na sociedade e na família.

Projeto Art of Living – edição 2019

A edição de 2019 teve como objetivos primordiais fomentar capacidades e atitudes como o conhecimento próprio, aceitação da diferença, resiliência, observação e cuidado dos pormenores no trabalho.

O programa contou com temas a debate, conferências, visitas culturais e atividades de voluntariado, sob a orientação da formadora Cláudia Ghira Viana e responsáveis dos clubes participantes.

Provas a concurso

Prova 1: Primeiro o Ovo ou a Galinha?

  • Fazer doce de ovos e enfeitar um bolo
  • Fazer um ovo estrelado ou escalfado e apresentá-lo inserido numa receita
  • Fazer uma tortilha

Prova 2: Prova das Linhas

  • Coser 2 botões diferentes
  • Fazer uma bainha
  • Terminar um desenho que está iniciado, em ponto pé de flor
  • Transformar uma peça de roupa
Participantes

A Fase 1 contou com 15 participantes do Clube Campo Alegre – Galegos -Penafiel e do Clube 7+ – Lisboa.

Na Fase 2, participaram 22 jovens do Clube Fontainha – Prado, do Clube Espigueiro – Arcozelo – V. N. Gaia, do Clube Campo Alegre – Galegos – Penafiel e do Clube 7+ – Lisboa.

As participantes foram acompanhadas por duas equipas de monitoras e os elementos dos 2 júris de avaliação das provas.

Patrocínios

As Provas de Linhas receberam o patrocínio em espécie das empresas DMC e Mez Crafts Portugal, em concreto: kits de bordado, tecidos, linhas, bastidores e outro material de costura utilizado durante as provas e fazendo parte dos prémios distribuídos às participantes.

Estas provas e respetivo patrocínio tiveram como impacto a motivação das participantes para exercitar as artes da costura e bordado e demonstrar a sua criatividade. Os prémios – uma vez que continham kits de bordado que têm vindo a ser terminados – constituíram um incentivo a continuar a aplicar as competências adquiridas.

“O Poder do Serviço” – ações de formação

O poder do serviço

“Não esqueçamos jamais que o verdadeiro poder é o serviço”. (Papa Francisco)
poder do serviço

Como em anos transatos, a Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha decidiu juntar diversos convidados em duas ações de formação dirigidas a um público-alvo adulto, tendo como mote a frase inaugural do pontificado do Papa Francisco: “Não esqueçamos jamais que o verdadeiro poder é o serviço”.

Numa cultura como a nossa, que contrapõe mandar e servir, poder e obedecer, acabamos por assumir uma visão caricatural do serviço quando este é uma forma de relação que só os seres humanos podem ter. Nunca se falou tanto da excelência do serviço, da importância do serviço ao cliente, de liderar pelo serviço e, ao mesmo tempo, são cada vez mais raras as atitudes genuínas de serviço.

Nestes seminários, realizados, em novembro de 2018, em S. Pedro de Sintra e Arcozelo – V. N. Gaia, cerca de 80 participantes puderam trabalhar este tema e inspirar-se em figuras como: Isabel Jonet, (presidente do Banco Alimentar Contra a Fome), os casais Francisco e Inês Vilhena da Cunha, Teresa e Francisco Tovar, e Carmo e Bento Amaral (famílias numerosas e com elementos portadores de deficiência física e mental), Fátima Carioca, Ana Rial e Domitília dos Santos (Financial Adviser), Marta Mendonça e Marta Lynce de Faria (Doutoras em Filosofia), moderadas pela socióloga e jornalista Isabel Teixeira da Mota, entre outros.

A jornalista Isabel Teixeira da Mota publicou no Observador um resumo dos trabalhos – “Servir é um poder? Por que motivo interessa responder a esta pergunta?”

Incontro Romano 2018 – “O Mundo, a nossa Missão”

Incontro Romano 2018 – “O Mundo, a nossa Missão”

A Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha apoiou a participação portuguesa no Forum Internacional Incontro Romano 2018, na sessão que teve lugar de 25 de março a 2 de abril, em Roma.

O Incontro Romano

Desde 1990, são mais de 6000 os participantes, procedentes de 60 países, que ao longo destes anos se têm reunido, durante a Semana Santa, no Forum Internacional Incontro Romano, partilhando estudos, experiências criativas, iniciativas e projetos relacionados com um tema geral, atual e aberto. O Incontro Romano é uma iniciativa que cria espaços de reflexão e promove ações que centralizem a atenção na pessoa humana, fomentem a investigação interdisciplinar, a capacitação com excelência e respondam ao desafio urgente de proteger e melhorar a nossa “casa comum”.

“O Mundo, a nossa Missão”

Em 2018, o tema “O Mundo a nossa Missão procurou responder ao desafio de fomentar uma cultura sustentável dirigindo-se à pessoa na sua integridade. Cuidar da família é cuidar da sociedade. Conseguir harmonizar a esfera do trabalho e a esfera familiar, desejar um mundo aberto a todos, fomentar um desenvolvimento urbanístico acessível que potencie a inclusão, comprometer-se com a promoção da saúde, com o uso responsável dos recursos.

Projeto Art of Living 2018

Projeto Art of Living 2018

Tendo em conta a experiência positiva do ano transato e a valia do Projeto, a Fundação decidiu apoiar esta competição juvenil promovida pelos clubes juvenis Clube Monte Alegre (Montemor-o-Novo), Clube Campo Alegre (Galegos – Penafiel), Clube 7+ (Lisboa), Clube Rotunda (Porto), e coordenada pela formadora Maria Cláudia Ghira Campo Viana.

O Projeto Art of Living

Inspirado numa iniciativa congénere realizada nos EUA, no Reino Unido, Irlanda e Itália, em Portugal, o Projeto Art of Living consiste numa competição anual e nacional entre equipas de jovens a partir dos 13 anos, cujo tema de fundo visa redescobrir e valorizar as necessidades elementares da pessoa: a alimentação, o vestuário, a saúde e a beleza, através do amor à arte e com arte, dedicação e carinho, adquirindo assim competências para influir na sociedade e na família.

As equipas de concorrentes preparam-se ao longo do ano para ensaio / pesquisa / aprendizagem das áreas de trabalho propostas sobre as quais irão fazer o trabalho final: Casa e Decoração; Cozinha e Doçaria; Moda; Organização de Eventos e Saúde. São acompanhadas por uma monitora qualificada pelo Projeto Art of Living, garantindo assim uma educação personalizada. A competição anual, a ter lugar no segundo trimestre, perante um júri, é apenas o coroar do esforço dos meses de trabalho e formação.

O Projeto Art of Living Portugal 2018

Em 2018, as sessões finais tiveram como temas aglutinadores: “Saber receber, Saber querer”; “A Maçã”; “Uma Caixa de Bombons” e “Orçamento para uma festa” e realizaram-se em:

  • 1ª sessão – de 11 a 13 de fevereiro, em Montemor-o-Novo, para 16 jovens do 7º e 8º anos de escolaridade;
  • 2ª sessão – de 4 a 6 de abril, em Miramar, para 17 jovens do 9º, 10º e 11º anos de escolaridade.

O programa de ambas as sessões foi ainda preenchido com colóquios, voluntariado e outras atividades culturais

Apoio ao Incontro Romano 2017 – “ Modelando um Mundo mais Acolhedor”

Apoio ao Incontro Romano 2017 – “ Modelando um Mundo mais Acolhedor”

 

A Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha apoiou a participação portuguesa no Forum Internacional Incontro Romano 2017, em Roma.

 

O Incontro Romano

Desde 1990, são mais de 6000 os participantes, procedentes de 60 países, que ao longo destes anos se têm reunido, durante a Semana Santa, no Forum Internacional Incontro Romano partilhando estudos, experiências criativas, iniciativas e projetos relacionados com um tema geral, atual e aberto.

O Incontro Romano é uma iniciativa que cria espaços de reflexão e promove ações que centralizem a atenção na pessoa humana, fomentem a investigação interdisciplinar, a capacitação com excelência e respondam ao desafio urgente de proteger e melhorar a nossa “casa comum”.

“Modelando um Mundo mais Acolhedor”

Em 2017, o tema Modelando um Mundo mais Acolhedorprocurou responder ao desafio: “A cultura do acolhimento e da solidariedade, segundo a qual ninguém pode ser considerado inútil, deslocado ou descartável”. (Cfr. Mensajem do Papa Francisco para a Jornada Mundial do Emigrante e do Refugiado, 2015).

Nas circunstâncias atuais de mobilidade por razões de trabalho, estudo, migração, perseguição, é urgente despertar uma atitude interior de acolhimento que todo o ser humano possui, e em particular a mulher. Cada pessoa deveria sentir o mundo como a sua casa pelo trato, pela atenção, pelo cuidado. Todos somos responsáveis pelos outros, pelo ambiente humano e acolhedor em que habitamos. O mundo será acolhedor, se cada um é acolhedor. Quando se fomenta a amabilidade, a magnanimidade, a hospitalidade traduz-se em mensagens não verbais que traduzem um profundo respeito, um sentido de responsabilidade pelo outro.

 

A participação portuguesa

Este ano, Portugal contou com uma representação de onze participantes provenientes do Porto (Residência de Estudantes  Rotunda), Lisboa (Residência de Estudantes Laranjeiras) e Montemor-o-Novo coordenada pela formadora Maria Teresa Damásio.

O grupo português obteve o primeiro prémio nas equipas de Criação e Criatividade com a apresentação de um Porto de Honra acompanhado de aperitivos em formato de barcos rabelos.

Apoio ao PROJETO THE ART OF LIVING

Apoio ao PROJETO THE ART OF LIVING

 

A Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha decidiu apoiar a edição 2017 da competição juvenil do PROJETO THE ART OF LIVING promovido pelos seguintes clubes juvenis: Clube Monte Alegre (Montemor-o-Novo), Clube Campo Alegre (Galegos – Penafiel), Clube 7+ (Lisboa), Clube Rotunda (Porto) e coordenado pela formadora Maria Cláudia Ghira Campo Viana.

 

O Projeto The Art of Living

O PROJETO THE ART OF LIVING consiste numa competição anual e nacional entre equipas de jovens a partir dos 13 anos, cujo tema de fundo visa redescobrir e valorizar as necessidades elementares da pessoa: a alimentação, o vestuário, a saúde e a beleza, através do amor à arte e com arte, dedicação e carinho.

O PROJETO THE ART OF LIVING oferece a possibilidade de adquirir competências para influir na sociedade e na família. Servir as pessoas nos seus cuidados mais básicos requer amor e arte, dedicação e serviço.

A dimensão de dar gratuitamente pode estar presente em cada ação ou em cada profissão: sente-se na amabilidade, no cuidado atento, na atitude de serviço, num “algo mais” que se dá elevado à categoria de arte. E cada pessoa, por ser única e irrepetível, tem direito a esse “algo mais”, a esse toque de humanidade que é oferecer parte da minha vida através do serviço.

 

Funcionamento do Projeto The Art of Living

As equipas de concorrentes preparam-se ao longo do ano para ensaio / pesquisa / aprendizagem da matéria sobre a qual irão fazer o trabalho final. São acompanhadas por uma monitora qualificada pelo THE ART OF LIVING, garantindo assim uma educação personalizada. A competição anual, a ter lugar no segundo trimestre, diante de um júri, é apenas o coroamento do esforço dos meses de trabalho e formação.

As áreas de trabalho propostas pelo PROJETO THE ART OF LIVING são: Casa e Decoração; Cozinha e Doçaria; Moda; Organização de Eventos e Saúde.

 

Projeto The Art of Living Portugal 2017

Inspirado numa iniciativa congénere realizada nos EUA, no Reino Unido, Irlanda e Itália, em Portugal, este concurso vai na sua 7ª edição e, em 2017, as sessões finais realizaram-se em:

1ª sessão – de 27 e 28 de fevereiro, em Montemor-o-Novo, para jovens do 7º e 8º anos de escolaridade.

2ª sessão –  de 4 a 6 de abril, em Miramar, para jovens do 9º, 10º e 11º anos de escolaridade.

Participaram na 1ª sessão dezasseis jovens e quatro monitoras e, na 2ª sessão, dezoito jovens e seis monitoras.

 

Provas a concurso no THE ART OF LIVING 2017:

  1. Recriar uma receita com os ingredientes que aparecem no cesto – Equipa Vencedora: Clube Monte Alegre
  2. Dar uma aula prática de pastelaria – Equipa Vencedora: Clube 7+
  3. Dar uma aula prática de Etiqueta e Boas Maneiras – Equipa Vencedora: Clube Campo Alegre
  4. Decorar uma mesa de festa de aniversário para crianças – Equipa Vencedora: Clube Rotunda

O programa de ambas as sessões foi ainda preenchido com colóquios, visitas e outras atividades culturais.

“A Cultura do Cuidado” – ações de formação

 

Cuidar da casaSem título comum, cuidar da família, cuidar dos que sofrem, cuidar da interioridade na era digital, cuidar da imagem pessoal  são temas de reflexão que se podem resumir no conceito de “A Cultura do Cuidado”.

A Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha decidiu implementar duas ações de formação subordinadas a este tema, a nível nacional, dirigidas a um público-alvo adulto.

A primeira ação de formação teve lugar nos dias 14 e 15 de novembro de 2015, em Arcozelo, Vila Nova de Gaia, com 34 participantes, e a segunda, em 28 e 29 do mesmo mês, em S. Pedro de Sintra, tendo assistido 40 pessoas.

Foram oradores a Profª. Doutora Maria José Pinto Cantista da Fonseca, a Dra. Flora Adelaide de Abreu Teixeira e Costa, a Dra. Paula Maria Alves Guedes, a Dra. Maria Isabel Vieira e o Rev. Dr. Gonçalo Portocarrero de Almada.